FU YU e JORGE FONSECA Atletas do Ano 2019

Iniciativa do CNID promovida pela primeira vez

Sob a égide do CNID – Associação dos Jornalistas de Desporto, realizou-se pela primeira vez a votação para decidir o Melhor Atleta Masculino do Ano e a Melhor Atleta Feminina do Ano. Um júri alargado, escolhido pela direção do CNID, votou em três de cinco atletas, em cada género, designados pelo CNID.

Em resultado da votação, Fu Yu, ténis de mesa, atualmente a representar o clube Ttc Berlin Eastside, foi eleita “A Melhor Atleta de 2019”, e Jorge Fonseca, judo, do Sporting Clube Portugal, “O Melhor Atleta de 2019”.

________

Fu Yu, 41 anos, 1,73m, 58kg, nasceu em Hebei (China). É portuguesa desde 2013. Começou a competir em Portugal, em 2001, no GD Estreito (Ilha da Madeira), localidade onde tem a sua residência e a família (marido, que é também o seu treinador, e filha). Representa o TTC Berlin Eastside, um dos melhores clubes do mundo do ténis de mesa.
Nos Jogos Europeus em Minsk obteve a Medalha de Ouro na prova feminina. Foi a primeira vez que uma portuguesa atingiu tal feito. A medalha de ouro foi conquistada à alemã Han Ying, uma das melhores jogadoras do continente.
Conduziu também a seleção nacional à medalha prata nos Europeus de França este ano.
É treinada por Xie Juan.
Em 2013 e 2015 foi medalha de bronze nos Europeus da Áustria e da Rússia, respetivamente.

_______

Jorge Yvair Rodrigues da Fonseca, 27 anos, 1,74m, 100 kg, nasceu a 30 de outubro de 1992, em S. Tomé e Príncipe. Treinado por Pedro Soares, foi campeão do mundo de judo em -100kg, sendo também o primeiro atleta português de sempre a conseguir tal feito.
Jorge Fonseca venceu na final do Mundial, disputada em Tóquio, o russo Niyaz Ilyasov, celebrando a vitória com uma dança que correu mundo.
Foi campeão europeu sub-23 em 2013 e 17.º nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016.
________

Continuar a ler

Academia Olímpica comemorou 33.º aniversário

Ilídio Torres recebeu Prémio David Sequerra CNID / AOP

Murillo Lopes, Ilídio Torres e Tiago Viegas

A Academia Olímpica de Portugal (AOP) levou a efeito, no sábado (dia 7), nas instalações do Sport Algés e Dafundo, a sessão comemorativa do 33.º aniversário, que contou com a presença de José Manuel Constantino (presidente do COP), Sónia Paixão, em representação do Secretário de Estado de Juventude e Desporto, de Tiago Viegas, presidente da AOP e do vice-presidente do Sport Algés e Dafundo, Emílio Frischknecht, como anfitrião.

Continuar a ler

“Golos de Letra”: novo livro de Vítor Serpa

O director de “A Bola”, Vítor Serpa, acaba de lançar novo livro. Segundo ele, trata-se de “uma viagem inédita ao mundo do Futebol e da Literatura em português”.

Manuel Algre, Vítor Serpa e Gonçalo M. Tavares

O auditório da vetusta Sociedade de Geografia, em Lisboa, acolheu Vítor Serpa, ex-presidente da Assembleia Geral do CNID, e muitos amigos, para a apresentação do seu mais recente trabalho em livro com o sugestivo título, “Golos de Letra”.

Ao longo de 135 páginas de leitura apaixonante, com a paixão que o Vítor imprime sempre a cada movimento de escrita e de reflexão, o leitor vai descobrir que o “futebol tem na alma o mistério dos deuses e, por isso, a sua relação com as artes se tornou tão óbvia e tão íntima”.

Continuar a ler

Campeões de Portugal: 79 propostas para logótipo

 
Informamos que se apresentaram a concurso 79 trabalhos, de 54 diferentes autores.
 
A decisão do júri será conhecida durante o corrente mês.
 
O CNID – Associação de Jornalistas de Desporto agradece, desde já, o extraordinário interesse que a iniciativa mereceu.

Troféu CNID Desportivismo entregue a Braima Badó

Manuel Queiroz, presidente da Direção do CNID, entrega a Braima Badó o Troféu e o Diploma

O atleta guineense Braima Dabó, que em Portugal representa o Maia Atlético Clube, recebeu ontem à tarde, no Porto, o Trófeu CNID Desportivismo, o segundo que a Associação dos Jornalistas de Desporto outorga.

Na cerimónia, Manuel Queiroz, presidente da Direção do CNID, proferiu as seguintes palavras:

O CNID – Associação dos Jornalistas de Desporto decidiu na sua reunião de 11 de Outubro, atribuir a Braima Dabó, atleta guineense, o Prémio CNID Desportivismo. Trata-se da segunda distinção com este prémio e a primeira entregue a um atleta sénior. E é com muito gosto que o estamos a fazer aqui hoje.

Continuar a ler

Braima Dabó recebe Prémio CNID Desportivismo

Braima Dabó no regresso a Portugal após os “Mundiais” da atletismo no Catar. [foto: jn.pt]

O atleta Braima Dabó recebe hoje (29 de novembro), no Porto, o Prémio CNID Desportivismo.

O atleta da Guiné-Bissau e do Maia Atlético Clube protagonizou um gesto de enorme companheirismo na prova de 5.000 metros dos “Mundiais” de atletismo realizados em Doha, no Catar.

O galardão será entregue em cerimónia marcada para as 15h00, na Casa do Desporto (Rua António Pinto Machado, 32-150, 4100-068 Porto).

 

É a segunda vez que o CNID atribui este prémio, instituído no início deste ano, para distinguir desportistas que tenham assinaláveis atitudes de desportivismo e “fair play”.
Na formulação do CNID,o prémio destina-se a defender a beleza no desporto.

Também o IPDJ através do PNED – Plano Nacional para a Ética no Desporto distinguirá o atleta guineense com um prémio de Ética no Desporto.

A 27 de setembro de 2019, na prova dos 5.000 metros dos “Mundiais” de atletismo, a cerca de 250 metros da meta, Braima Dabó ajudou Jonathan Busby, atleta de Aruba, que estava a sentir-se mal por causa do calor, levando-o até à meta e deixando-o ficar à sua frente. Um gesto de companheirismo que emocionou o mundo inteiro.

A Direção do CNID decidiu, na reunião de Outubro, após consulta à Comissão de Apoio ao galardão, atribuir a Braima Dabó o segundo Prémio Desportivismo.
O primeiro foi entregue, em Abril, a um jovem praticante de futebol do Clube União 1919 (ex-União de Coimbra).