Prémio de Imprensa “Desporto com Ética”

Entrega dos prémios no dia 11 em Leiria e no Porto

Os galardoados com o Prémio de Imprensa “Desporto com Ética” recebem os galardões na próxima terça-feira, dia 11, em duas cerimónias distintas: os vencedores na categoria Imprensa Regional, da parte da manhã, nas instalações do semanário Jornal de Leiria e os da categoria Imprensa Desportiva e/ou Imprensa Generalista, da parte da tarde, no auditório do Jornal de Notícias, no Porto.

A lista completa dos premiados é a seguinte:

IMPRENSA REGIONAL

1.º Prémio: “A leoa e a águia que fizeram abalar o lançamento do peso em Portugal”
MIGUEL SAMPAIO (Jornal de Leiria)

2.º Prémio: “Futebol no feminino: uma nova geração de campeãs”
DANIELA PARENTE (Notícias de Aguiar)

3.º Prémio: “GD Pedreiras: um projecto de coração onde o pelado parece um tartan”
MARINA GUERRA (Região de Leiria)

Menções Honrosas

“Liderança pelo exemplo”
Rafael Raimundo (Região de Cister)

“Desenvolvimento positivo dos jovens “
Jorge Machado (Entre Margens)

“O papel dos pais na vida desportiva dos filhos “
Vítor Santos (Diário de Viseu)


IMPRENSA DESPORTIVA E/OU IMPRENSA GENERALISTA

1.º Prémio: “Deixou de bisar no jogo para ajudar rival e acaba com a Taça nas mãos”
CLÁUDIA OLIVEIRA (O Jogo)

2.º Prémio: “O desportivismo segundo Dinis Costa”
RUI SANTOS (Jornal de Notícias)

3.º Prémio: “Bandeira da Ética – Os valores são uma construção social”
CARLOS RIBEIRO (Judo Magazine)

Menção Honrosa

“APCVD quer bons exemplos e valores para combater a violência no desporto”
Simão Freitas (Agência Lusa)

Os trabalhos vencedores podem ser lidos na página do Plano Nacional de Ética no Desporto.

Este concurso é promovido conjuntamente pelo PNED – Plano Nacional de Ética no Desporto (Instituto Português do Desporto e Juventude, IP) e pelo CNID – Associação dos Jornalistas do Desporto.

II E-College da AIPS aberto a todos os jornalistas

“Tempo para reconstruir o Jornalismo desportivo” é o tema da segunda edição do e-college da AIPS (Associação Internacional da Imprensa Desportiva), parte do programa cultural da AIPS, aberto a todos os jornalistas do mundo, de forma grátis.

Em tempos difíceis e desafiantes, o e-College é um instrumento vital para estar a par das tendências mais recentes e, ao mesmo tempo, procurar que os alunos vejam todo o contexto: reinventar o jornalismo não pode ser adiado e as “fake news” são só a ponta do icebergue.

O e-college dirige-se a estudantes e a profissionais, permitindo experiências muito enriquecedoras a todos, já que se pode contactar com personagens de grande importância do Desporto e do Jornalismo. É de grande utilidade e este ano tem a vantagem de ser em várias línguas, o que aumentará o seu alcance.

QUATRO LÍNGUAS –  Durante seis semanas, 12 aulas e 24 horas, entre 4 de maio e 11 de junho, têm lugar discussões e entrevistas quer nas sessões globais, com tradução simultânea em quatro línguas (Inglês, Espanhol, Francês e Árabe), quer nas sessões continentais nas línguas apropriadas.

DUAS VEZES POR SEMANA –  O e-College AIPS terá seis sessões globais, às terças-feiras, às 13h de Portugal (2 pm Central European Time), cobrindo um largo espectro de tópicos sobre todas as plataformas, com o envolvimento dos vencedores dos AIPS Media Awards 2020, e uma segunda sessão desenvolvida numa base continental.

MENTORES – Liderados pelo presidente da AIPS, Gianni Merlo, os mentores para esta edição serão Martin Mazur (Argentina), Keir Rednedge (UK), Riccardo Romani (Itália) e Jean Paul Savart (França). Eles estarão nas sessões globais e conduzem depois os tutoriais na segunda sessão da semana. 

É um grande avanço: em 2020, os colegas de todo o mundo vieram ao nosso e-college, agora é o-college que vai a suas casas, proporcionando mais oportunidades para seguirem tendências regionais na língua apropriada, já que os tutoriais continentais terão tarefas personalizadas que poderão ser depois publicadas na reviste e no website da AIPS.

Os tópicos principais para este ano são Fotografia, Broadcasting, Escrita, Investigação, Repóter-robot, “Fake news” e, finalmente, “Transgénero: Ciência vs Ideologia”. Todas as sessões serão conduzidas via Zoom e permitirão a todos os estudantes interagir com os nossos convidados internacionais e com profissionais de jornalismo.

Para conhecer o programa em detalhe clique no LINK para a informação em espanhol ou no link espanhol ou no LINK para a informação em inglês.

Para fazer o seu registo vá ao “site” da AIPS. No local em que lhe pedem o número do cartão da AIPS, caso não seja nosso sócio, deve referir isso mesmo, que não tem cartão.

Se quiser ser membro da AIPS contacte o CNID – Associação dos Jornalistas de Desporto, através de cnid.pt. O CNID é responsável pela emissão dos cartões da AIPS para Portugal, dado que para ser sócio da AIPS também é necessário ser sócio do CNID.

COMUNICADO SOBRE A AGRESSÃO A REPÓRTER DA TVI

A agressão de que foi vítima ontem à noite o nosso colega Francisco Ferreira, repórter de imagem da TVI, no final do jogo Moreirense-FC Porto, é absurda, inaceitável e ignóbil. O CNID condena o ato e pede às forças policiais que tenham mais atenção a casos como este.
 
Francisco Ferreira acompanhava a saída do presidente do FC Porto, que se dirigiu a um câmara da Sport Tv de forma algo intimidatória. Foi só isso que motivou a agressão da parte de Pedro Pinho, conhecido empresário de futebol, que atingiu o nosso camarada com empurrões e pontapés, empurrando-o contra o beiral de uma bancada elevada 6 ou 7 metros sobre o campo de treinos, enquanto Francisco Ferreira procurava defender-se e proteger o valioso material de transmissão que lhe estava confiado.
 
Uma agressão absurda porque sem justificação; inaceitável porque o profissional estava em serviço e o agressor sabe de ciência segura o que é um jornalista; ignóbil porque teve consequências na saúde do profissional da TVI.
 
É inaceitável qualquer agressão e muito menos a profissionais que realizam o seu trabalho em público e em nome do público. Este é um caso em que, antes de ser presente a um juiz, o agressor deve ser condenado sem ambiguidades pela opinião pública, porque os pedidos de desculpas evitam-se. E agredir jornalistas é um crime público.
 
Francisco Ferreira sabe que pode contar com o CNID – Associação dos Jornalistas de Desporto para o que achar conveniente.
 
Lisboa, 27 de Abril de 2021
 
A Direção do CNID

AIPS pretende relatório da situação de cada país

O presidente da AIPS pediu a cada associação nacional da Europa para rapidamente produzir um pequeno relatório sobre as consequências deste segundo período de confinamento devido à pandemia de covid 19.

Realizou-se hoje uma reunião por vídeo entre a AIPS (Associação Internacional da Imprensa Desportiva) e a AIPS Europa, em que compareceram quase todas as associações nacionais do continente, entre os quais o CNID, que esteve representado pelo presidente da Direção, Manuel Queiroz.

Gianni Merlo, presidente da AIPS, disse querer conhecer com o maior detalhe possível o que se vai passando, porque “as restrições que estão a ser impostas aos jornalistas não se podem manter e não podem servir para, no futuro, condicionar a presença de jornalistas nos jogos das várias modalidades”.

Merlo anunciou ainda que a entrega dos Prémios da AIPS terá lugar no dia 22 de março, numa cerimónia apenas virtual, e que o E-College terá este ano uma forma diferente, depois de uma primeira edição que foi considerada muito interessante e teve grande êxito.

Continuar a ler